domingo, janeiro 29, 2012

Estou aqui de passagem...

"Hj o dia começa agitado: facul, ONG, basquete, socialzinha, centro espírita e salão de beleuza???

Amanhã: facul e festinha ou Lapa (ou ambas)!

Sábado: ONG, treino Barra Flames e alguma boa... mas qual???

Domingo: Dormir, acordar, chá de panela e dormir... ZZZzzzzzzzzz..."



Estava revendo e relendo textos e fotos antigos, apagando alguns, salvando outros. Algo que faço com certa frequência. Rever fotos, reler textos... Será que vivo muito no passado? Ou é só saudade de um tempo bom?

Como era bom ter o que fazer e não ocupar meus pensamentos com preocupações e devaneios improdutivos. Como era bom poder pegar minha bicicleta e pedalar até a casa de uma boa amiga para conversar sobre tudo e sobre nada.

O isolamento em que vivo, as obrigações e cobranças, só me estressam, enlouquecem e deprimem com tamanho vazio. Sinto não ter o que dizer mais às pessoas. Agora sei o que é "não ter vida". Antes eu reclamava das férias, sempre tão aborrecidas pela falta do que fazer. Agora contamino virtualmente as pessoas com o meu tédio. Sim, as pobres almas que me dão forças pra tocar essa vidinha medíocre, aturam meus lamentos, já anestesiados.

Verdade que nada tenho para lamentar, sou feliz, tenho tudo o que quero: amor, amigos, saúde, risos e, vez ou outra, alguns pesadelos para manter uma certa dose de adrenalina correndo nas veias. Mas sinto um vazio, como se estivesse distante da minha própria realidade, vivendo uma vida que não é a minha, perdida no mundo... Mas um dia eu pego minha bicicleta e procuro o caminho de volta.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...