terça-feira, outubro 08, 2002

Como entrei para uma banda de pop, rock e MPB / Acidente de ônibus num dia de eleição

Aconteceram muitas coisas esta semana e eu não tive tempo para postar, como sempre... Minha mãe brigou comigo e disse que iria trancar o computador no quarto dela e tirar eu e minha irmã do basquete, mas o namorado dela, que eu nem vou muito com a cara, a convenceu do contrário.

Sexta-feira eu falei com os garotos do basquete que têm uma banda (Thiago, Ivan e Paulo) que eu queria assistir ao ensaio. Eles falaram o lugar e a hora, ok. Quando liguei para o Kobe (Thiago) para saber como chegar lá, ele me disse que tinham uma apresentação no mesmo dia e que a vocalista da banda (Lara) estava rouca, com dor de garganta e eu teria que cantar, "por favor, canta, Michelle!".

Então foi mais ou menos assim que eu entrei para a banda, sem teste sem nada. O Kobe acha que eu canto bem, ele já tinha me convidado para fazer parte da banda desde a formação original (eles já trocaram de vocalista duas vezes). É que numa festinha de aniversário que eu dei aqui em casa (meu aniversário) eu peguei meu microfone e me empolguei, soltei a voz mesmo, mas eu nunca poderia me imaginar num palco, eu sou muito tímida!

Acabei indo ao ensaio cheia de pavor, sob pressão, a Lara acabou cantando, rouca mesmo. Eu não sabia a letra de nenhuma das músicas, bom, sabia um pouquinho... Fui para a tal apresentação: Na escadaria de uma igreja católica, muitas velhinhas beatas, grupos de adolescentes e suas bandinhas pop. Eu toda mal vestida, não esperava mesmo, fui direto do clube, fiquei o dia inteiro na rua... Como era um tipo de festival, tinhamos que nos apresentar em uns 20 minutos, improvisamos muito, não tinha um repertório preparado nem ordem para nada, confusão total. Os instrumentos já estavam lá, tudo pronto, eu fui, tremendo, que vergonha, não sabia nem arrumar o tripé do microfone direito, cena mais ridícula, eu cantando. Muito nervosa, fingi que cantava o tempo todo, a Lara pediu para eu ficar lá só para dar um força a ela, mas ela acabou cantando todas e eu fiz o backing. As músicas escolhidas: Another Brick In The Wall - Pink Floyd, Malibu - Hole, Ironic - Alanis Morissette e as nacionais Asas, Garota de Ipanema e Wave. Quem cantou Another Brick In The Wall foi o Ivan (guitarra). Minha mãe que era totalmente contra eu fazer parte de qualquer banda porque eu tenho é que arrumar um emprego, etc, etc, quando me viu no topo da escada (o palco) começou a achar tudo muito legal, falou para a minha irmã: que bom! É até possível que ela pague umas aulas de canto pra mim. E o pessoal até que aplaudiu bastante!

Eu fiquei de fazer um site para a banda, assim que ela tiver um nome...

No dia das eleições eu resolvi ir para o clube nadar um pouco, junto com a minha irmã, minha mãe estava trabalhando como mesária. Pegamos o ônibus e mal saímos do lugar... o ônibus parou no ponto seguite para pegar passageiros e aconteceu o acidente: o ônibus de trás estava em alta velocidade e sem freio, bateu duas vezes na traseira do ônibus em que estávamos, com toda a força. Sorte que o nosso ônibus estava com o freio muito bom e bem vazio. Só um garoto e uma senhora se machucaram, a senhora teve uma leve torção no pescoço, mas o garoto, coitado, ele estava no fundo do ônibus, tomou uma porrada na cabeça (um ônibus na cabeça, eu diria) foi jogado para a frente do ônibus com toda a força batendo de cara nos bancos, na segunda batida foi jogado mais para a frente ainda, ping-pong! Ficou meio caquético por um tempo, tremendo e sem ar, mas depois ficou bem. Todo saíram do ônibus tremendo, foi mais um susto, minha irmã bateu com a cabeça, nada grave. Eu me sinto uma sobrevivente, imagina se o ônibus estivesse cheio, as pessoas que estivessem em pé teriam sido arremessadas para fora do ônibus! E se o nosso ônibus não estivesse na frente? Teria tropelado um monte de pessoas na rua, num sinal ou nas calçadas mesmo, as ruas estavam cheias, dia de eleição, sabem como é... O pior foi chegar finalmente no clube depois de trocar de ônibus, naquele calor infernal, e descobrir que o clube estava funcionando com zona eleitoral e as piscinas estavam fechadas! Sacanagem!

Uma coisa é certa, nunca mais vou sentar no último banco dos ônibus!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...