sábado, março 03, 2012

Inferno astral



Como disse Hank, alterego de Bukowski: "ficção é a vida melhorada". Estou precisada de um pouco mais de ficção em minha vida.

Pura melancolia. Meu drama inventado. Será que tudo isso faz parte do meu inferno astral? Acho tudo tão estranho... O tempo se arrastando, pessoas rindo de qualquer coisa e eu não vejo graça em mais nada.

Meus 30 anos se aproximam. Um marco cronológico de grande significado para alguns. Mas não fiz nem uma pequena parcela do que diziam aquelas listas de "coisas que devemos fazer antes dos 30". Sequer um porre, algo tão banal, eu tomei!

Dizem que devemos fazer antes dos 30 algumas coisas que seriam ridículas a certa altura da vida. Não, pensando bem, eu nunca fui grande seguidora de padrões sociais. Se um dia quiser, por exemplo, vestir-me como uma pré-adolescente e for criticada por isso, no alto dos meus quase 30 anos, não me sentirei ofendida com isso. Na verdade estou pouco me lixando para o que pensam das minhas atitudes pouco adequadas à minha idade! Sou imatura até, nunca neguei. Fui criada a leite com pêra. Não fui mimada, mas superprotegida. Agora sofro as consequências com minha ingenuidade e inexperiência de vida. Mas venha o que vier, encararei esses 30 anos de frente. 

Já posso prever aquela crise existencial, semelhante a dos meus vinte e poucos anos (24 ou 25? não lembro mais). Com muitas lágrimas e solidão. Algo a que já estou bem habituada...

4 comentários:

Cinthia disse...

Pituchinha,
acho besteira essa coisa de crise de idade. A questão não é quando você faz alguma coisa mas se você corre atrás dos seus desejos. Lágrimas e solidão não vão fazer as coisas acontecerem.

Dani disse...

A idade não passa de um número. O que importa é como vivemos. Tem gente que está morta aos 20. Tem gente que vive intensamente aos 80. Óbvio que com o tempo certas coisas se tornam mais difíceis.. mas tb, outras se tornam mais fáceis! Viva plenamente cada momento! Seja aos 30, aos 40, aos 80, aos 100! E seja feliz! Momentos tristes fazem parte da vida, mas depois da tempestade, SEMPRE vem o sol, brilhando e clareando nossas dúvidas, angústias e decepções, transformando-as em maturidade, experiência e alegria.

Beijos!

Srta.X disse...

Pra começar não existe inferno astral! Escute a voz da sabedoria...
Acho que vc pode sempre se expressar seja aos 24,30 ou aos 60.É como diz o ditado :tudo vale a pena quando a alma é 'jovem'

Michelle Machado disse...

Lais quebrou todo o meu discurso... como vou reclamar da vida agora que estava tudo indo pra vala??? Terei que renomear o post!!!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...