quinta-feira, março 29, 2012

O retorno de Saturno


Eu adoro comemorar meu aniversário. Sempre foi uma das minhas datas preferidas do ano. Adoro receber os amigos, aquela atenção especial, festa, dança, bagunça, casa cheia, presentes, apesar de nem sempre aceitar bem o que isso simboliza: mais um ano de vida, o avanço irrevogável do tempo.

Mas neste ano, ao que tudo indica, passarei essa data solitária, sem qualquer celebração. Não estou numa fase muito boa, além de toda a conspiração astral e crise dos 30... em que vejo todos os meus amigos de infância curtindo filhos, casamentos, realização profissional, viagens de sonho... tudo leva a crer que mesmo sem estar na TPM, vou "curtir" um belo resquício da fossa em que estive nos últimos dois meses. 

O retorno de saturno se completa e meus 30 anos chegam em meio a pior crise que já tive... Sempre soube que seria um período de grandes transformações, o que até aqui, não está sendo nada fácil. Vivo em constante e aterradora solidão, com muitas dúvidas sobre que caminho seguir, sem saber sequer por onde começar. Minha vida se resume a estudos, trabalho e reclusão.

Ganhei um mapa astral de presente, com destaque para as seguintes informações, conforme pude compreender: meu retorno de saturno está situado na identidade, ou seja, os últimos 2 anos foram de mudanças reais de personalidade, identidade, o que deverá se concluir agora, ao fim dos 30 anos. Mas isso pode não ser algo definitivo, pois contraditoriamente, mudo muito de jeito, me transformo na identidade, pois ela está em libra. Juntando-se a isso tudo o sol em áries, ascendente em virgem e lua em gêmeos... quem sabe a louca que serei no futuro?

Vinte e Nove
Legião Urbana


Perdi vinte em vinte e nove amizades
Por conta de uma pedra em minhas mãos
Me embriaguei morrendo vinte e nove vezes
Estou aprendendo a viver sem você
(Já que você não me quer mais)

Passei vinte e nove meses num navio
E vinte e nove dias na prisão
E aos vinte e nove, com o retorno de Saturno
Decidi começar a viver.

Quando você deixou de me amar
Aprendi a perdoar
E a pedir perdão.
(E vinte e nove anjos me saudaram
E tive vinte e nove amigos outra vez)


A sensação de não ter feito nada na vida - nenhuma realização concreta, não ter estabilidade financeira ou sequer um relacionamento, planos e sonhos não concretizados, e metade de uma vida se esvaindo - é perturbadora.

Me sinto frustrada. Com uma sensação de vazio, de não saber mais qual meu objetivo de vida. Afinal, cheguei até aqui, mas aonde mesmo eu deveria estar? Com certeza não fazia parte dos meus planos estar vivendo com minha mãe aos 30 anos, ganhando um salário mínimo, solteira, com 6 gatos (adoro clichês), num emprego que não me satisfaz, numa cidade que eu simplesmente desprezo, completamente isolada e distante dos meus amigos, com mais obrigações do que as horas do dia possibilitam uma pessoa viver.

Já ouvi de muitas pessoas que não consigo ver o lado positivo das coisas. Realmente, perdi essa capacidade faz tempo. Não tem livro de autoajuda, música motivacional, stand up comedy que melhorem meu humor. Estou triste, tristinha e o máximo que posso fazer é sentir pena de mim mesma e, quem sabe daí, tirar um pouco de ironia e começar, enfim, a rir de mim mesma.

Transcrevo aqui (na íntegra, que é pra não esquecer uma vírgula deste texto brilhante) o post de uma amiga que me inspira diariamente nesse sentido:


Dia "D" depressão.
Hoje foi um daqueles dias em que eu nem precisava acordar. Um dia daqueles a ser pulado, sabe? Banido da memória! Levantei e peguei a primeira roupa que vi na frente, escovei os dentes com muito esforço e me escondi atrás dos óculos, isso como de costume.
Olhei no espelho e senti uma vontade louca de me jogar pela janela do meu apartamento, mas lembrei que morava no primeiro andar, seria ridículo. Além disso, mesmo que eu morasse no décimo, jamais teria coragem.Sou vaidosa demais pra acabar com a minha própria vida, acho desperdício.
Fui trabalhar ao som de Radiohead, ouvi o suficiente pra  chegar  querendo cortar os pulsos e em seguida senti uma preguiça enorme de  tanta depressão. Achei graça.

A pressão de completar 30 anos é grande, pois dizem que chegar a essa fase da vida é também sinal de maturidade (?), responsabilidades (??) e independência (???). Ok. Melhor pararmos por aqui. Talvez eu esteja ficando paranoica com essa crise de meia idade, ou talvez eu tenha idade mental de 17 anos, ou a que minha aparência permitir. É isso, vou começar a mentir a idade, talvez me dê 20 ou 21. Definitivamente não tenho a tão sonhada independência, muitas vezes duvido do nível da minha maturidade e responsabilidades? Sim, acho que responsável eu sou... quando quero.

Tenho a sensação de que não aproveitei o bastante meus 30 anos. Nunca tomei um porre, não fui irresponsável o suficiente, não tive muitos amores, não conheci ou vivi muitas experiências e aventuras. Será que meu destino é desenvolver uma "síndrome de Peter Pan"? Não deve ser tão ruim... comecei pintando o cabelo numa cor bem infanto-juvenil e despeço-me agora, BALZAQUIANA.

Beijos.

4 comentários:

Laís... disse...

Post duplo! A partir de 25 anos já não faz mais tanto sentido fazer aniversário mesmo...vc tem razão

Jairão disse...

Bem amiga eu me identifikei com vc em alguns pontos... mas a deprressão passa longe de mim msm!!!
Por isso nao fike assim levante a cabeça e da a volta por cima.. vc eh forte e sei/ q consegue.

Karen disse...

Ah, eu não concordo! Claro que você tem várias conquistas! Terminou a facul, tirou OAB e já tem até clientes!! Poxaaa, se isso não é conquista...Sem contar que além de linda, você é inteligente e muito divertida! Você pode não estar vendo, mas tem muitas coisas ótimas! Chuta essa onda negativa p longeeee!! Bjuuu

Dani disse...

Concordo com seus outros amigos, Mi!!
A partir dos 25 não fazemos mais contagem regressiva, nem parece ser tão fácil fazer aniversário sem pensar "menos um ano, estou envelhecendo", ou coisas do tipo hahahaha E sinceramente, é muita besteira! É puro psicológico derrubando a gente com ideias que as pessoas tiram sei lá de onde.. 30 anos velha? 30 anos hoje em dia é os 20 e poucos de antigamente! E vc conquistou muitas coisas nesses anos e vai conquistar ainda mais nos anos que estão por vir!! Continua se esforçando que em breve as coisas vão melhorar e vc vai conseguir sua independência!!
E pensamento positivo, que o mundo conspira a seu favor. :)
Bjooooos!!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...